Após mais de dois anos e meio, Força Nacional não irá mais atuar no RS

528

Ministério da Justiça e Segurança Pública não aceitou a prorrogação da permanência dos policiais

Após dois anos e sete meses atuando no Rio Grande do Sul, policiais da Força Nacional não irão permanecer atuando em solo gaúcho. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) confirmou, na manhã desta sexta-feira, que o efetivo da Força Nacional de Segurança Pública será deslocado para compor uma operação que começa na próxima segunda-feira, em Belém, no Pará.

Na última terça-feira, o governo do Estado havia solicitado formalmente a prorrogação da permanência dos policiais. Atualmente, 55 policiais militares e nove policiais civis da Força Nacional estavam cedidos para atuarem no RS. Em janeiro desse ano, o governo estadual conseguiu a prorrogação da presença dos policias, por dois meses, no Rio Grande do Sul. A Força Nacional reforçou o policiamento ostensivo em Porto Alegre desde agosto de 2016, em função de uma sucessão de crimes registrados na Capital e em cidades da região Metropolitana.

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul informou não ter sido comunicada oficialmente sobre a negativa do pedido de permanência da Força Nacional.

FONTE Rádio Guaíba