Juiz manda soltar homem flagrado com mais de 300 pedras de crack em Porto Alegre

713

Magistrado entende que a prisão de suspeito considerado “pequeno varejista” não resolve o problema do tráfico de drogas

GAUCHAZH

O juiz Ramiro Oliveira Cardoso mandou soltar um homem preso em flagrante com 118 pinos de cocaína e 312 pedras de crack. O jovem de 19 anos estava próximo a um ponto de venda de drogas, na Rua das Catleias, no bairro Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre, quando foi abordado por policiais militares. A droga estava dentro da mochila que ele usava.

No entendimento do magistrado, “trata-se de indivíduo jovem, em evidente esfera de vulnerabilidade, a precisar de assistência social, e não prisão”. Afirma ainda que “trata-se de pequeno varejista, devendo ser colocado em liberdade, posto que prisões dessa natureza em nada têm contribuído ao combate ao tráfico organizado”.

A decisão é da última sexta-feira (10). O magistrado é substituto na 4ª Vara Civil do Foro Central de Porto Alegre e designado no plantão permanente do Judiciário. O promotor Gustavo Ronchetti vai recorrer da decisão. O magistrado disse que prefere não se manifestar sobre esse caso. Em recente entrevista a GaúchaZH, Cardoso já havia se posicionado contra prisão do que considera pequenos traficantes.

— O tráfico vai existir com ou sem prisão — disse o magistrado na oportunidade.