App vai agilizar atendimento de ocorrências pela Brigada Militar em São Leopoldo

523

Batalhão espera contar com doações para disponibilizar ferramenta em todas as viaturas até o final do ano

Vinícius Flores/BM Divulgação Descrição da foto: Batalhão espera contar com doações para disponibilizar ferramenta em todas as viaturas até o final do ano

Renata Strapazzon Jornal VS

Até o final deste ano os registros de ocorrências feitos pela Brigada Militar vão ser agilizados por uma novidade que cabe na palma da mão. Em mais uma iniciativa que utiliza a tecnologia em benefício da segurança pública, um aplicativo promete tornar o processo até cinco vezes mais rápido, facilitando o trabalho do policial militar, reduzindo também o tempo de espera e de ligações represadas no plantão. Disponível no sistema Android, o BM Mobi está em processo de implementação há, pelo menos, três anos no Estado e desde os últimos dias em fase de testes no 25o Batalhão de Polícia Militar (25o BPM), em São Leopoldo.

Conforme a responsável pelo policiamento na cidade, a capitã Bibiana Menezes, além da agilidade do trabalho do policial no atendimento à ocorrência, o app vai abolir o uso de papel no processo, sendo um benefício também para o meio ambiente. “Com o aplicativo, o tempo de atendimento que, em média, era calculado em 25 minutos cai para cinco. O procedimento, que utilizava, pelo menos, três folhas de papel, agora é realizado todo pelo celular, sendo enviado automaticamente para o sistema de consultas do Estado, ficando disponível em tempo real”, explica.

“Essa novidade vai reduzir o tempo de resposta das guarnições, possibilitando que o PM volte o quanto antes para o policiamento na rua. Por ser um sistema inteligente e de fácil manuseio, vai diminuir a margem de erro, auxiliando também na rotina cartorária dada a rapidez com que a ocorrência entrará no sistema”, pontua. “Além da praticidade, a utilização do aplicativo vai qualificar o trabalho dos nossos policiais, resultando em uma melhor prestação do serviço à comunidade”, conta a capitã.

Doações para ampliar o número de viaturas com serviço disponível

Hoje os poucos policiais que já manuseiam a nova ferramenta o fazem usando seus próprios aparelhos celulares. A ideia, no entanto, conforme a capitã Bibiana, é disponibilizar um smartphone ou tablet em cada viatura, ampliando gradativamente o uso do aplicativo na cidade. Para isso, no entanto, a BM espera contar com doações da comunidade.

“Já conseguimos a doação de cinco smartphones feita por uma empresária da região. Precisamos de, pelo menos, 20 para garantir a cobertura que buscamos nas viaturas e motos”, explica.

Modelo e doação

Interessados em ajudar na implementação do sistema na cidade por meio de doação de tablets ou celulares podem entrar em contato com a capitã Bibiana para detalhes sobre o protocolo diretamente na sede do 25o BPM, localizada na Rua Marquês do Herval, 2053, no Centro, ou pelo telefone 3579.7250. Os modelos necessários são smartphones com tela 5.7”, 32 GB de armazenamento, 2 GB de RAM, android e processador de, no mínimo, 1.8 GHz . Os tablets precisar ter tela de 10,5”, 32 GB de armazenamento, 3 GB de RAM, android e processador de, no mínimo, 1.8 GHz.