Proerd – Quase 600 crianças dizem não às drogas em Erechim

107

Por Alan Dias
Foto Alan Dias JORNAL BOM DIA

Quase 600 estudantes disseram não às drogas e à violência em formatura do Proerd (Programa Educacional de Resistências às Drogas e a Violência), realizada na tarde desta quarta-feira (26), na Casa Del Pino, Bairro Demoliner, em Erechim.

No evento, que reuniu autoridades militares, civis, lideranças do município, pais e professores, 588 estudantes de 12 escolas do município, do estado e particulares, prestaram juramento se comprometendo a ficar longe das drogas e não praticar a violência.

Os formandos receberam certificados e os autores que se destacaram nas redações foram contemplados com medalhas e presentes oferecidos pelas empresas e entidades parceiras do programa. Além disso, os patrocinadores ainda entregaram brindes para dezenas de alunos.

Segundo a Brigada Militar, os objetivos específicos do Proerd incluem: Desenvolver nos jovens estudantes habilidades que lhes permitam evitar influências negativas em questões afetas às drogas e violência, promovendo os fatores de proteção; Estabelecer relações positivas entre alunos e policiais militares, professores, pais, responsáveis legais e outros líderes da comunidade escolar; Permitir aos estudantes enxergarem os policiais militares como servidores, transcendendo a atividade de policiamento tradicional e estabelecendo um relacionamento fundamentado na confiança e humanização; Estabelecer uma linha de comunicação entre a Polícia Militar e os jovens estudantes e abrir um diálogo permanente entre Escola, Polícia Militar e Família, para discutir questões voltadas à formação cidadã de crianças e adolescentes.

Neste ano ainda devem ser formados aproximadamente outros 600 alunos em Erechim.

Proerd

O Proerd é baseado no programa Norte Americano D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), que foi desenvolvido em Los Angeles, Califórnia, em 1983, e já é aplicado em outros 50 países envolvendo 60 mil policiais. Os Estados pioneiros no Brasil foram Rio de Janeiro e São Paulo, sendo iniciado no Rio Grande do Sul em 1998, com a formação de duas turmas de alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Piratini, em 15 julho do mesmo ano. Em Erechim é desenvolvido desde o ano 2000 pelo 13º BPM e já formou mais de 25 mil estudantes.

Instrutor Proerd

A realização do programa cabe a policiais militares voluntários, que são treinados e preparados para, a partir de uma metodologia específica, transmitir aos estudantes a importância de valorizar a vida e de se manter longe das drogas e da violência.

Os brigadianos desenvolvem as habilidades necessárias a um instrutor do Proerd em áreas que envolvem pedagogia, técnicas de ensino e comunicação, entre outras, e se habilitam a trabalhar com alunos da Educação Infantil, das séries iniciais e do 5° ao 7° anos.