Governador e vice prosseguem diálogo com servidores em visita à associação dos Bombeiros

304
Leite e Ranolfo estiveram na sede da Abergs, entidade que representa os bombeiros – Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini

POR VANESSA KANNENBERG/SECOM EDIÇÃO: VITOR NECCHI/SECOM SSP/RS

Ao dar sequência à agenda de diálogo com os servidores estaduais, o governador Eduardo Leite se reuniu nesta quinta-feira (4) com representantes da Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Abergs). “Estamos dispostos a conversar abertamente e construirmos juntos o futuro do Estado, que também passa pela qualidade das condições de trabalho dos servidores”, afirmou o governador.

Acompanhado do vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e do secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, Leite recebeu demandas da categoria, ligadas, principalmente, à carreira – o Corpo de Bombeiros Militar foi desvinculado da Brigada Militar oficialmente há dois anos – e também ao reforço no efetivo e à remuneração.

“Estamos acima do limite de gastos com pessoal determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal e sob força de liminar que impede aumento de gastos. Entretanto, estamos trabalhando para aderir ao Regime de Recuperação Fiscal e para que o Estado retome sua capacidade de investimento”, lembrou Leite.

“A segurança pública é uma das nossas prioridades. Faremos um grande esforço para ampliar o efetivo e dar mais condições a quem arrisca a própria vida pela de toda a população e que também atua na prevenção, uma função tão nobre e importante exercida pelos bombeiros”, acrescentou.

O coordenador da Abergs, primeiro-sargento Ubirajara Ramos, agradeceu a Leite pela visita à sede da associação, no bairro Praia de Belas, em Porto Alegre. “Sabemos das dificuldades financeiras e temos demandas que não oneram os cofres públicos”, salientou Ramos. “Pedimos que o senhor nos escute e que possamos discutir juntos as soluções.”

O governador respondeu que a agenda do diálogo foi estabelecida com esse fim e determinou que, a partir das demandas entregues nesta quinta-feira, seja criado um grupo de trabalho técnico, com participação da Abergs e de representantes do Executivo, para discutir os pedidos dos bombeiros.

Governador retoma agenda de diálogos em visita à Associação dos Bombeiros