BM inicia capacitação para habilitar policiais militares à promoção de sargentos e tenentes

1120

Foram chamados para o curso 716 militares estaduais.

Aluna-sargento com distintivo do curso da APM – Foto: Jonas Spindler/BM

A Brigada Militar (BM) deu início, nesta segunda-feira (23/8), às aulas do Curso Básico de Administração Policial Militar (CBA) e do Curso Técnico em Segurança Pública (CTSP). A capacitação acontece na modalidade de ensino a distância (EaD), em turno inverso ao das atividades de policiamento. O curso, que irá formar novos sargentos e tenentes, é conduzido pelo Departamento de Ensino (DE) da instituição.

O CBA habilita sargentos da Brigada Militar à promoção ao posto de tenente. Atualmente o curso é composto por 73 alunos, divididos em três turmas. O CTSP habilita soldados e terceiros-sargentos à graduação de segundos-sargentos. Foram chamados para o curso 716 militares estaduais que estão divididos em 28 turmas. Do total de alunos convocados, 350 foram escolhidos por critério de antiguidade, 350 aprovados na seletiva interna, nove foram convocados por ato de bravura, dois foram conduzidos ao curso por decisão liminar e cinco foram rematriculados, vindos de outras edições do curso. O módulo EaD encerra no dia 2 de setembro e as aulas presenciais estão previstas para começar no dia 08 de novembro.

O andamento do CTSP chegou a ser suspenso por liminar na última sexta-feira (20/8), mas no sábado (21/8), o Tribunal de Justiça revogou o impedimento, a partir de recurso da Procuradoria-Geral do Estado. O desembargador Eduardo Kothe Werlang entendeu que, embora tenha ocorrido um problema grave envolvendo candidatos que buscaram benefício próprio, a questão foi rapidamente identificada, neutralizada e está sendo devidamente apurada por inquérito policial militar (IPM) da BM. Dessa forma, conforme o magistrado, não haveria justificativa plausível para prejudicar todos os envolvidos no certame, especialmente os regularmente aprovados.

Os dois cursos preveem aulas em modalidade de ensino a distância e presencial. Durante a primeira etapa, os policiais permanecerão em suas unidades de origem, executando suas atividades operacionais e administrativas. Também estão previstos chamamentos de outras duas turmas, totalizando 2.100 vagas para o CTSP e 210 vagas para o CBA.

O CBA é coordenado pela Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre, e o CTSP é coordenado pela Escola de Formação e Especialização de Sargentos de Santa Maria. Ambas unidades supervisionadas pelo Departamento de Ensino da BM.

Texto: Kelly Motter/SSP
Edição: Lurdinha Matos/SSP

A tão sonhada platina de aluno tenente
A tão sonhada platina de aluno tenente – Foto: Sabrina Ribas/BM