Bombeiros suspendem convocação para sindicância de vida pregressa de candidatos a soldado

275

Medida foi adotada em razão do agravamento da pandemia para o seu pior momento, com bandeira preta em todo o RS

Preenchimento de cem vagas para o curso de formação de soldados fica adiado até anúncio de nova data – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul decidiu suspender a convocação para a sindicância de vida pregressa, posse e inclusão de candidatos aprovados para o cargo de soldado da corporação, que estava prevista para ocorrer na próxima quinta-feira (4/3).

A medida foi necessária em razão do agravamento da pandemia da Covid-19, que está em seu pior momento desde a detecção do primeiro caso no RS, com bandeira preta vigente em todo o território gaúcho. A convocação de 130 candidatos, conforme a ordem de classificação, para o preenchimento de cem vagas, havia sido publicada no Diário Oficial do Estado em 27 de janeiro, quando o cenário da pandemia era bastante diverso do atual.

O edital com o anúncio do adiamento por tempo indeterminado será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta terça-feira (2/3), data a partir da qual a sequência dos atos do concurso público fica suspensa. Em relação ao exame toxicológico que deveria ser apresentado na sindicância, realizado até 40 dias antes da data da entrega, o CBMRS informa que terá a sua validade avaliada quando da nova convocação.

A nova data para dar sequência à inclusão dos candidatos também será publicada em futuro edital no DOE, e terá ampla divulgação pelos canais de comunicação do governo do Estado, da Secretaria da Segurança Pública e do CBMRS.

Texto e edição: Ascom/SSP