Com a proximidade da temporada de verão, Brigada Militar amplia efetivo no litoral gaúcho

112

A partir deste final de semana, 60 policiais atuarão nos litorais norte e sul; Operação Verão Total tem previsão de início para segunda quinzena de dezembro

Litoral Norte vai receber 40 policiais militares do efetivo destacado para atuar na orlaBM / Divulgação

GZH

A Brigada Militar (BM) irá ampliar o efetivo no litoral gaúcho a partir desta sexta-feira (3). Serão 60 brigadianos escalados do Comando de Policiamento de Choque – sendo 40 para o Litoral Norte e 20 para o sul. Conforme a BM, o aumento da presença dos policiais ocorre já por conta da alta na movimentação do público nas praias.https://60cad9eef11c9912c6768e41441b7203.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

A mesma ação, que será repetida no próximo final de semana, estará focada para a prevenção e repressão à criminalidade nos municípios. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o efetivo extra atuará em conjunto com o policiamento local, com o Comando Ambiental e o Rodoviário da BM (CRBM), com policiais da Força Tática e do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas.

Em preparação para o início do verão, o Corpo de Bombeiros está, desde outubro, já com um efetivo atuando nas praias e balneários do litoral durante os finais de semana e feriados. Em média, 24 bombeiros militares têm atuado nestas atividades especiais, com a operação de 12 a 16 guaritas, dependendo das necessidades.

Operação RS Verão Total começa na segunda quinzena

O início da Operação RS Verão Total 2021/2022 ocorrerá na segunda quinzena de dezembro, conforme a SSP. Na próxima segunda-feira (6), está prevista uma reunião para definir as ações e o efetivo total que atuará no período envolvendo a Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP) e o Detran-RS.

Até o momento, o Corpo de Bombeiros já conta com 515 guarda-vidas militares habilitados para atuar na operação. Os guarda-vidas civis temporários estão em treinamento, sendo 283 habilitando-se à recertificação e 152 para a primeira certificação.

O planejamento é de que os guarda-vidas, civis e militares, atuem em cerca de 331 postos de salvamento, sendo 228 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 73 nas águas internas do Estado.