Novos governos

Após a posse de Jair Bolsonaro e Eduardo Leite estamos numa nova etapa da democracia brasileira, com planos de governo já estabelecidos e os assessores diretos definidos para que as ideias possam ser colocadas na prática.

A prioridade em segurança pública é um dos destaques do presidente Bolsonaro, que numa primeira medida possibilitará aos policiais envolvidos em confrontos possam ter advogados gratuitos, sem a necessidade de, além do desgaste provocado pela situação, gastos com suas defesas.

No plano estadual, Eduardo Leite já definiu cortes em diversos setores, visando equilibrar, no menor tempo possível, as contas públicas, mudando o panorama da crise da economia gaúcha, tendo obtido a manutenção do ICMS com alíquotas mais altas por dois anos, priorizando segurança pública como uma área essencial.

A posse de Bolsonaro foi marcada por uma valorização das tradições militares, com muitos atos formais visando destacar o Exército, Marinha e Aeronáutica, com salvas de tiros e um aparato bélico superior aos usados em outras posses.

Eduardo Leite assumiu com sobriedade, mantendo o mesmo discurso de mudanças nas estruturas de governo, com alterações nos secretariados e com possibilidade de extinção de inúmeros cargos e instituições públicas ao longo de seu governo.

Tomara que os discursos de valorização da segurança pública não fiquem apenas na teoria, como tantas vezes já vislumbramos nas posses de tantos governantes, os quais discursam definindo segurança, educação e saúde como prioritárias, mas depois, na execução pecam por deixar estes setores sem recursos e apoio.

O presidente Jair Bolsonaro e governador Eduardo Leite podem alterar esta expectativa, tornando o trabalho policial e o sistema de segurança mais eficientes, com apoio de recursos e aumento de efetivos para fazer frente à onda de violência que vemos crescer em nossa sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *