Quando um amor mata

A morte do menino Bernardo Boldrini, assassinado em 04 de abril de 2014, mostra que o pai, Leandro Boldrini e a madrasta, Graciele Ugoline, apaixonados, resolveram se livrar do menino para poderem viver um grande amor, sem as interrupções de uma criança que só queria atenção e carinho.

O planejamento passou por convidar Bernardo para um passeio, a fim de comprar presentes, já com a injeção letal devidamente pronta para acabar com o problema que não permitia o amor dos assassinos ser tranqüilo.

A ajuda dos irmãos Edelvânia e Evandro Wirganowicz, primeiro para aplicar a injeção e, após a morte, a cavar um buraco, colocar soda cáustica, depois enterrar e ali deixar apodrecer o corpo inocente do menino que não teve nenhuma chance de defesa.

Os erros cometidos na execução do plano levaram a polícia aos assassinos, pois câmeras filmaram Bernardo com a madrasta antes do assassinato, além da localização do carro e as ferramentas usadas para a ocultação do cadáver do menino, num mato no interior de Frederico Westphalen.

Os valores pagos à Edelvânia também foram localizados, levando a cúmplice a contar detalhes do crime, inclusive a mentira de que a injeção seria para aliviar a dor do menino, que dormiu no banco do carro e depois morreu por envenenamento com Midazolam, prescrito em receita pelo pai do menino.

Após quase cinco anos, período em que os criminosos estão presos, agora vem o julgamento, que deve durar uma semana, com depoimentos de testemunhas, interrogatórios dos réus, alegações da defesa e da acusação, numa tentativa de reconstruir o que ocorreu, desde o abandono da criança, culminando com a morte e a tentativa de ocultar o crime.

A mãe de Bernardo morreu em circunstâncias estranhas, cometendo suicídio no consultório de Leandro Boldrini, segundo apurado pelas autoridades, o que originou o abandono de Bernardo, vivendo em constante conflito com a madrasta, com o descaso do pai, culminando com o crime que abalou a cidade de Três Passos.

Esperemos que a justiça seja feita e Bernardo possa descansar em paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *