Ver para crer

A recente prisão do ex-presidente Michel Temer fez a população acreditar que algo está mudando no Brasil, porque o encarceramento de Luis Inácio Lula da Silva poderia ser visto como caso isolado, mas dois ex-presidentes presos por corrupção, mostra que ela está sendo combatida.

Os roubos do patrimônio público que Temer, na condição de líder de uma quadrilha distribuída em diversas instâncias do poder público, junto com os seus comparsas chegaram à marca de um bilhão de reais em 40 anos de corrupção e troca de favores entre os políticos com empresas públicas e privadas.

Os recursos jurídicos virão para tentar libertar os corruptos, já que nossa legislação é farta de instâncias recursais, o que vai arrastando os processos e adiando a prisão dos culpados, mesmo com farta quantidade de provas, permitindo que Temer agora responda em liberdade as acusações.

Exemplos de corruptos históricos que passaram a vida roubando, mas fazendo algo em prol da população são inúmeros em nosso país, porém as prisões de Lula e Temer podem significar que isso deixe de acontecer com tanta freqüência e impunidade no Brasil.

Estas prisões poderão fazer com que algo venha a mudar no cenário político brasileiro e os detentores do poder tenham mais zelo pelo dinheiro público e não usem para o favorecimento e enriquecimento pessoal, deixando do misturar a coisa pública com a vida privada.

No entanto, somente se houver a mudança de atitude na hora de escolher os futuros governos é que o povo vai mostrar sua inconformidade com a corrupção, pois se os ladrões continuarem no poder, com expressivas votações a cada eleição, nada mudará no sistema político brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *