Dia das Mães

A base de toda família é a figura da mãe, aquela que em seu corpo carrega durante nove meses um novo ser, ao qual vai amar de forma incondicional por toda a vida, cuidando para que seus filhos tenham o melhor possível, sejam felizes e valorizem a figura materna.

O segundo domingo de maio foi oficializado como sendo Dia das Mães, através de decreto presidencial de Getúlio Vargas, no ano de 1932, visando homenagear as mães brasileiras, sendo mantida até nossos dias, porém sem o caráter de amor e solidariedade inicial, com distorção para uma data comercial.

Infelizmente nossa sociedade, consumista, levou os filhos a pensarem que somente comprando presentes nesta data, estão cumprindo seu papel, deixando o restante do ano para dedicarem-se aos seus compromissos e atividades, com um afastamento das famílias de suas matriarcas.

Alguns filhos abandonam, muitos agridem, não tem paciência, enquanto outros até matam, enquanto muitos não têm mais suas mães, outros tantos ficam nos hospitais ao lado delas, muitos fazem viagens longas para um almoço na casa das mães, sendo que inúmeros vivem cuidando diariamente, retribuindo tudo que receberam na infância e adolescência.

Assim é a vida, hoje somos filhos, amanhã seremos pais e mães, com destino final de ser avôs e avós, numa nova chance de contribuir para que as famílias continuem a existir com novos integrantes, embora existam casos de mulheres que maltratam e abandonam os filhos, numa exceção que comprova o amor maternal.

Tomara que todos os filhos possam homenagear suas mães neste domingo de maio, num justo reconhecimento a toda a dedicação destas mulheres que vivem, diversas vezes deixando de lado seus desejos e sonhos, para cuidar de seus filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *