HBM inaugura plataforma de cirurgia robótica

712

A adaptação do setor de cirurgia robótica foi iniciada na época do anúncio de aquisição do equipamento, em dezembro de 2020

As obras de adaptação do setor de cirurgia robótica foram iniciadas em dezembro de 2020 – Foto: Grégori Bertó/SSP

Buscando aprimorar a qualidade dos atendimentos médicos do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre (HBM-PA), a instituição inaugurou na manhã desta sexta-feira (24/9) o Centro de Cirurgia Robótica, com plataforma de última geração, que permitirá realizar uma série de procedimentos altamente especializados.

Plataforma de cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar
O aparelho será utilizado para a realização de procedimentos cirúrgicos no HBM/POA – Foto: Grégori Bertó/SSP

As obras de adaptação do setor foram iniciadas desde o anúncio da compra do equipamento, em dezembro de 2020, possibilitando que ele fosse colocado em operação menos de dois meses após a entrega da plataforma, que ocorreu em 2 de agosto de ano. As obras de adaptação custaram aproximadamente R$ 1,2 milhão, recursos doados pela Gerdau. O estabilizador de tensão, que protege o equipamento de oscilação de tensão, foi doado pelo Instituição Beneficente Coronel Massot (IBCM).

A plataforma robótica Geração X Da Vinci com ultrassonografia transoperatória, teve investimento de cerca de R$ 9 milhões diretamente de recursos do Estado. O equipamento, capaz de realizar procedimento complexos, é altamente tecnológico e representa uma grande conquista para a qualificação dos serviços prestados pelo HBM.

O sistema de cirurgia roboticamente assistida é o mais moderno equipamento em saúde em nível mundial. Composto basicamente de três componentes principais: o console do cirurgião, o robô cirúrgico com acesso ao paciente e um rack composto pelo sistema de laparoscopia. O robô, propriamente dito, consiste de uma plataforma que permanece ao lado da mesa de cirurgia composta por braços robóticos com acesso ao paciente que sustentam os instrumentais e o endoscópio.

Plataforma de cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar
A plataforma robótica Geração X Da Vinci com ultrassonografia transoperatória, teve investimento de cerca de R$ 9 milhões – Foto: Grégori Bertó/SSP

A cirurgia robótica pode ser utilizada em uma gama de especialidades: urologia, cirurgia geral, cirurgia bariátrica, ginecologia, cirurgia cardíaca e proctologia. Atualmente, a cirurgia mais realizada e com maior número de estudos no mundo é a prostatectomia radical (retirada da próstata para tratamento do câncer). Diminuição da perda de sangue, o menor tempo de internação, cicatrizes menores devido à não necessidade de incisões mutiladoras, redução da dor e da necessidade de medicação prolongada, recuperação mais rápida e com menos complicações, menor risco de infecção e redução da necessidade de procedimentos adicionais, são alguns dos resultados positivos da cirurgia robótica para a qualidade de vida dos pacientes.

Plataforma de cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar
As obras de adaptação custaram aproximadamente R$1,2 milhão. – Foto: Grégori Bertó/SSP

Já para os médicos, estudos demonstraram que a cirurgia robótica proporciona melhor visualização e permite movimentos mecânicos com maior grau de liberdade, além da diminuição da fadiga ou tensão nas articulações devido ao design ergonômico do robô.

Secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública, coronel Marcelo Gomes Frota
Secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública, coronel Marcelo Gomes Frota – Foto: Carlos Ismael Moreira/SSP

O secretário adjunto da Secretaria da Segurança Pública (SSP), coronel Marcelo Gomes Frota, frisou a importância da mobilização da pasta e da BM em conjunto com o governo para destinar os recursos que possibilitaram esse investimento significativo para a qualificação dos serviços prestados pelo HBM para servidores e beneficiários do IPE Saúde. “Esse é um avanço histórico que a Brigada Militar alcança. Essa entrega agora torna ainda mais de ponta o atendimento já extremamente qualificado que se realiza nesta instituição”, afirmou o coronel.

A ação conjunta da BM e do governo para a modernização do HBM também foi enaltecida pelo coronel Igor Wolwacz Júnior, diretor Departamento de Saúde da Brigada Militar. “O vice-governador Ranolfo, como secretário e como operador de Segurança Pública, foi fundamental para os avanços que temos conquistado. Nesse sentido, também dedico meu profundo agradecimento ao secretário adjunto, coronel Frota, que é um ‘homem de branco’ na SSP”, disse o coronel Igor, em referência ao uniforme pelos militares do serviço de saúde.

Comandante-Geral da Brigada Militar Coronel Vanius Santarosa
Comandante-Geral da Brigada Militar Coronel Vanius Santarosa – Foto: Grégori Bertó/SSP

Já o comandante-geral da BM, coronel Vanius Cesar Santarosa, ressaltou a importância da conquista para a comunidade: “Isso é um presente de peso que não só o Hospital da Brigada Militar recebe, mas sim toda a família brigadiana, em comemoração aos 124 anos de trabalho da instituição de saúde. São gerações após gerações dedicando suas vidas ao bem cuidar do nosso policial militar e de seus familiares.”

Na solenidade também houve a entrega de comenda do HBM, visando homenagear autoridades e servidores que se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas a instituição.

Autoridades presentes na inauguração da plataforma de cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar
Autoridades presentes na inauguração da plataforma de cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar – Foto: Carlos Ismael Moreira/SSP

Texto: Kelly Motter/SSP
Edição: Ascom/SSP