NA CADEIA: dupla que matou policial de Cachoeirinha é presa pela Polícia Civil

1985

Eles levaram a arma do PM que foi recuperada

Foto: Brigada Militar/Divulgação

Por Agência GBC

Dois acusados de terem matado o soldado da Brigada Militar (BM) Cristian da Rosa Oliveira de 36 anos foram presos no final da noite da última quinta-feira (18). O crime aconteceu na quarta (17) em Gravataí, na Região Metropolitana.

De acordo com o delegado Guilherme Calderipe, da 2ª Delegacia de Gravataí – que investiga o caso –, o depoimento dos presos confirma a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte). Um dos presos é acusado de ter abordado o policial e o outro ajudou na fuga da dupla do local do crime.

A dinâmica do crime é a seguinte: o soldado do 26° Batalhão de Polícia Militar (26° BPM) de Cachoeirinha, foi abordado por dois criminosos em uma tentativa de assalto. Ele reagiu, atirou, mas também foi baleado nas costas. O corpo dele foi encontrado dentro do próprio carro, um Onix. A arma do PM, que havia sido levada pelos bandidos, foi recuperada.

Uma coletiva de imprensa está prevista para às 10h desta sexta-feira (19) para detalhar o caso.