Polícia Civil forma 31 delegados, que começam a trabalhar na próxima semana

277

Solenidade de formatura ocorreu na tarde desta sexta-feira (10), em Porto Alegre

GZH

Com número reduzido de participantes, cerimônia foi restrita a formandos e autoridadesRodrigo Ziebell / GVG

Uma solenidade marcou a formatura de 31 novos delegados da Polícia Civil do Estado. A cerimônia ocorreu na tarde desta sexta-feira (10), na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre, e seguiu protocolos sanitários como distanciamento social e uso de máscara.

Ao todo, 22 homens e nove mulheres, com idades entre 26 e 43 anos, concluíram o curso de formação profissional pela Academia de Polícia Civil (Acadepol) e estão oficialmente nomeados. Eles tomarão posse na próxima terça-feira (14) e devem começar a trabalhar até o final da próxima semana. 

Esta é a segunda turma de aprovados no concurso realizado em 2018. A convocação deles ocorreu em fevereiro deste ano, e o curso de formação teve início em março. Entre os formandos, 16 são do Rio Grande do Sul, quatro de Alagoas e outros 11 de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Acre, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro e São Paulo.

Esta é a 48ª Turma de Delegados de Polícia do Estado, e a segunda formada durante a pandemia de covid-19. Com número reduzido de participantes, restrita aos formandos e às autoridades, a cerimônia foi transmitida ao vivo pelo canal da Polícia Civil no YouTube.

Em saudação aos formandos, a diretora-geral da Acadepol, delegada Elisangela Melo Reghelin, destacou o papel que os novos servidores assumem junto à Polícia Civil. 

— Serão os senhores e as senhoras que irão conduzir de forma qualificada a investigação criminal, bem como assumirão o papel de gestores dessa instituição — disse.

Em mensagem por vídeo, o governador Eduardo Leite falou sobre a importância do cargo de delegado de polícia. 

— Peço que exerçam essa atividade com compaixão, pois não podemos perder a sensibilidade, a razão e os motivos pelos quais escolhemos o serviço público — afirmou.

Paraninfa da turma, a chefe de Polícia, delegada Nadine Tagliari Farias Anflor, afirmou que ser delegado “é um grande desafio, mas também uma oportunidade valiosa”. 

— Todos os dias, vocês serão desafiados: pela sociedade, que clama por justiça social e repressão ao crime e à violência; pelos superiores de vocês, a quem deverão informar e demonstrar seu trabalho, cumprindo metas, resolvendo problemas nas delegacias e inovando; pela imprensa, que cobra rapidez na elucidação de delitos; pelos colegas que ombrearão ao lado de vocês para que apontem os rumos de uma investigação criminal; e pelos seus familiares, a quem precisarão justificar as ausências que serão constantes — discursou.

Em sua fala, o vice-governador e secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, delegado Ranolfo Vieira Júnior, parabenizou os formandos pela conclusão do curso e destacou o momento de celebração e o compromisso de assumir o cargo de delegado:

— Vocês devem ter comprometimento, vocação e decisão. Aproveitem essa carreira, pois vocês estão ingressando na melhor Polícia Civil deste país, e estão iniciando durante um governo que prioriza a área da Segurança Pública.