Policial que se acidentou em Caxias do Sul apresenta melhora, mas segue na UTI

178

Soldado de 27 anos teve as doses de medicação reduzidas ao longo do fim de semana

PIONEIRO

O policial militar ferido em um acidente na tarde da última sexta-feira (12) em Caxias do Sul apresentou melhora do quadro de saúde ao longo do fim de semana, mas segue internado na unidade de terapia intensiva (UTI). O soldado de 27 anos teve fraturas nas costelas, tornozelo e coxa após bater contra um caminhão da Codeca.

Segundo o subcomandante do 12° Batalhão de Polícia Militar (12° BPM), major Wagner Carvalho, a evolução do quadro permitiu que a equipe movimentasse o policial para a realização de uma tomografia. Além disso, a quantidade de medicamentos foi reduzida devido a estabilização do quadro de saúde, embora ainda seja considerado grave.

O acidente ocorreu por volta das 16h30min da última sexta-feira, quando uma equipe da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (Rocam), tentou abordar uma dupla em uma moto na Rua Matteo Gianella, próximo ao bairro Euzébio Beltrão de Queiroz. Os suspeitos desobedeceram a ordem de parada e foram perseguidos pelos policiais. A tentativa de abordagem ocorreu durante a Operação Black Friday, iniciada na sexta com o objetivo de prevenir roubos ao comércio.

Durante o trajeto, um dos ocupantes caiu da moto e fugiu a pé, enquanto o outro seguiu adiante. Na rua Antônio Gaterman, no bairro Kayser, o policial, que também estava de moto, perdeu o controle e bateu em um caminhão de pequeno porte da Codeca, que trafegava no sentido contrário. O soldado chegou a ficar desacordado com o impacto, mas recobrou a consciência antes de chegar ao hospital.

Como as equipes priorizaram o socorro ao colega, o segundo suspeito conseguiu fugir. No início da tarde de sábado (13), porém, a dupla foi localizada no bairro Planalto. De acordo com a ocorrência policial, a dupla portava 75 pedras de crack e 47 invólucros de cocaína pesando 15,55 gramas. A motocicleta que foi usada na fuga da sexta também foi apreendida. Os homens presos têm 23 e 22 anos, a identidade deles não foi informada.